Guerra

1. O Leitor Hedonista

Abril ::: 2003

Texto sobre Carlos Matos Gomes e entrevista dada a José Manuel Barroso.

 

1. O Leitor Hedonista

3. Sobre a "Geração do Fim"

Livro

"Os quatro militares que tenho pela frente - os Coronéis Melo Parente, Lomba Martins e Duarte Botelho e o General Silvestre Martins - pertencem à última geração que combateu no Império, à geração que, pela derradeira vez, defendeu as gigantescas, quase fantásticas, fronteiras do último (e primeiro) império de tipo tradicional."

3. Sobre a

5. "A Última Missão" de José de Moura Calheiros

Ensaio prefacial do livro

Um Grande Livro.
O prefácio é meu. 
As apresentações do livro foram de:
António-Pedro Vasconcelos, realizador de cinema e fanático benfiquista / Academia Militar;
Prof. Barbosa de Melo, antigo ministro de Sá Carneiro e antigo Presidente da Assembleia
da República / Coimbra;
Prof. Carvalho Guerra, antigo Reitor da Universidade Católica / Porto;

5.

7.1. O Aquiles Lusitano do Século XX

.

Estudou o Corão para negociar com turcos na Guiné-Bissau.

7.1. O Aquiles Lusitano do Século XX

7.3. ALPOIM CALVÃO por RUI DE AZEVEDO TEIXEIRA

SOL, 27 de Dezembro, 2013

"Uma figura de outra galáxia", "um Titã", "o maior português vivo"...
Escrever três vezes sobre o mesmo tema sem nos repetirmos é muito difícil mas com o meu saudoso Cocoana foi fácil tal a riqueza da sua personalidade e da sua vida.

7.3. ALPOIM CALVÃO por RUI DE AZEVEDO TEIXEIRA

9. O Bando dos Cinco

.

José Carvalheria, Rui de Azevedo Teixeira, Alpoim Calvão, Ângelo Lucas e João Almeida Bruno.

9. O Bando dos Cinco

11. A Guerra Colonial - Realidade e Ficção

2001

TEXTOS DE A. do Carmo Reis, Acácio Barradas, Adelino Gomes, Alberto Ribeiro Soares, Alípio Tomé Pinto, Alpoim Calvão, Álvaro Guerra, Américo Correia de Oliveira, António Costa Pinto, António Faria, António S. Viana, Arlindo Barbeitos, Armandina Maia, Carlos de Matos Gomes, David Martelo, Dimiter Ánguelov, Dionísio Vila Maior, Domingos Lobo, Edite Gordalina, Eduardo Fonseca, Eduardo Mayone Dias, Fernando Dacosta, Fernando Rosas, Garcia Leandro, Guilherme de Melo, Hannes Stubbe, Hermano Carmo, Humberto Sertório, Joana Ruas, João Botelho, João de Almeida Bruno, João Monteiro Ferreira, João Paulo Guerra, João Santos Fernandes, John P. Cann, José Carlos Venâncio, José de Matos Cruz, José Manuel Barroso, José Ribeiro, Josep Sánchez Cervelló, Leonel Cosme, Lourenço do Rosário, Luciano Caetano da Rosa, Luís Rosa, Manuel Barão da Cunha, Manuel dos Santos Lima, Margarida Ventura, Maria da Glória de Brito, Maria José Ferro Tavares, Mário Pádua, Mário Tomé, Nelly Novaes Coelho, Nuno Severiano Teixeira, Pezarat Correia, Pires Laranjeira, Roberto Vecchi, Rui Carita, Rui de Azevedo Teixeira, Salvato Trigo, Seixas Santos, Teresa Infante.

Obs: Penalizo-me pela péssima revisão feita por uma profissional (!!!) indicada pela editora.

11. A Guerra Colonial - Realidade e Ficção

2. Lançamento do livro "A Geração do fim" - Elo

Março ::: 2007

"Na 1.ª fila - entidades convidadas: Sr. Comandante da Academia Militar, General Paiva Brandão, e General Pinto Ramalho CEME (ausente em visita às FA na Bósnia ); Sr. Bispo de Madarsuma, D. António dos Reis Rodrigues; Sr. General Altino de Magalhães; Sr. General Rocha Vieira; Sr. General Garcia dos Santos;Sr. General Cabral Couto; Sr. Coronel Vasco Lourenço, Presidente da Associação 25 de Abril; Sr. José Arruda, Presidente da ADFA."

2. Lançamento do livro

4. A Guerra de Angola 1961|1974

:::2010:::

Um livro simpático, fisicamente bonito (tem qualquer coisa de livro de contos ou de poemas). Em relação à historiografia pura e dura, "à antiga portuguesa", distancio-me: evito a informação em catadupa, tantas vezes cansativa, não raro inútil; evito também a linguagem de pau, morta; procuro o "twist and turn" na informação batida mas obrigatória; busco a história e o personagem exemplar; não deito fora o pormenor expressivo ou mesmo picante...

Este livro, que a editora Quidnovi ainda não me pagou, é a correcção de A Guerra de África - Angola, da colecção Batalhas da História de Portugal da mesma editora, que não pude rever uma única vez e que por isso mesmo renego.

4. A Guerra de Angola 1961|1974

6. "Jaime Neves,

o boémio disciplinado e disciplinador"

Ensaio biográfico/Semanário SOL, 25 de Novembro, 2011. 

6.

7.2 Alpoim Calvão, um Grande de Portugal

Semanário - O DIABO

Entre outras grandes operações, comandou as "Operações Nebulosas".

7.2 Alpoim Calvão, um Grande de Portugal

8. Em almoço da 41ª Companhia de Comandos

.

Com três dos meus subordinados da 41ª Companhia de Comandos: Duarte, à minha direita, furriel "Lobinho", de joelhos, e Resende

8. Em almoço da 41ª Companhia de Comandos

10. Jaime Neves por Rui de Azevedo Teixeira

.

Textos: Diário de Notícias, Jornal de Letras, O Diabo e Mais Semanário.

JM Ribeiro Canotilho, professor, artista plástico
“Um livro extraordinário… Tanta elegância descritiva (…) Eu compreendo esse “choque” da actual viúva (…) Mas adianto, que porventura “ela” dever-se-ia manter grata a admiradora da prosa, no estilo, pois o livro está extraordinário”.

Isabel Miranda, economista:
“Magnífico livro. Para além da organização do conteúdo envolvente destaco com muito agrado a forma erudita da utilização da língua portuguesa.

Vergílio Andrade, membro fundador de várias instituições do Ensino Superior e Universitário, professor catedrático:
“Li-o de um fôlego. Uma linguagem deliciosa nos pormenores, rigorosa nas descrições, elegante na descrição das paisagens e das acções. Descreve bem toda a complexidade do biografado. O rigor e o pormenor mostram a seriedade do trabalho. Um livro notável que nos leva a desejar que o autor nos brinde com novos trabalhos”.

António Bondoso, poeta, especialista em Relações Internacionais, jornalista:
“Qualifico-o como o mais bem escrito e mais esclarecedor livro sobre a chamada Guerra Colonial… Uma escrita brilhante, simultaneamente simples e erudita, directa e rude (humorada quanto baste, como é tradição da instituição militar”.

José Estevão Alves, major-general:
“O livro, bem, é tão importante para a História Militar e Democrática recente de Portugal que eu não tenho adjectivos. Muita verdade foi reposta. Muitos sapos irão ser engolidos”.

José Carvalheira, almirante, elemento do Bando dos Cinco
“Gostei muito do livro. Muito bem escrito”.

Guilherme Almor de Alpoim Calvão, Torre e Espada, aventureiro, coleccionador de Arte, homem de negócios, cantor de ópera, mito, elemento do Bando dos Cinco e meu saudoso amigo:
“Além de muito bem carpinteirado, é uma excelente imagem do meu amigo JN”.


Blogue Jovens do Restelo
"(...)Um trabalho de mérito, que conjuga maravilhosamente o estilo áspero e directo dos militares com a erudição de um académico. Esta fusão que parece paradoxal, muitíssimo bem conseguida, é que torna este livro diferente - original, no sentido profundo do termo(..)"

10. Jaime Neves por Rui de Azevedo Teixeira

12. A Guerra do Ultramar - Realidade e Ficção

2002

TEXTOS DE Alberto Ribeiro Soares, Ana Paula Avelar, António Marques Bessa, António Modesto Navarro, Avelino Bento, David Martelo, Domingos Lobo, Eduardo Fonseca, Fernando Tavares Rodrigues, Hélder Macedo, Helmut Siepmann, Hugo Marques, Joana Ruas, João Brandão Ferreira, João Santos Fernandes, John P. Cann, José Jorge Letria, José Manuel Barroso, José Ribeiro, Luísa d'Almeida, Manuel Barão da Cunha, Manuel dos Santos Lima, Margarida Calafate Ribeiro, Maria da Glória de Brito, Maria Isabel João, Mário Avelar, Miguel Corrêa Monteiro, Paulo Lowndes Marques, Pires Laranjeira, Rui Bebiano, Rui de Azevedo Teixeira, Serafim Gonçalves Lobato, Sílvia Espirito Santo.

Obs: Regozijo-me pela excelente revisão feita por mestrandos meus.

12. A Guerra do Ultramar - Realidade e Ficção